Conmebol reduz punição do Palmeiras para um jogo sem torcida como visitante na Libertadores

O Palmeiras recebeu nesta segunda-feira um comunicado da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) em que foi informado da redução da pena imposta ao clube na Copa Libertadores. Em vez de três jogos como visitante sem poder levar a torcida, o clube ficará apenas uma partida sem a presença de seus apoiadores fora de casa. A restrição será cumprida na próxima quarta-feira, diante do equatoriano Barcelona, em Guayaquil.

A pena foi imposta inicialmente por envolvimento do clube na confusão ao fim do jogo com o Peñarol, em abril, em Montevidéu, pela Copa Libertadores. Para amenizar a punição, o clube buscou se reunir com a diretoria da entidade para tentar provar a inocência e apresentar a defesa com vídeos, fotos e depoimentos.

"A nossa expectativa era que fosse feita justiça. O Palmeiras não poderia ser prejudicado em uma situação em que nós fomos vítimas. Desde o término da partida no Uruguai nós trabalhamos incansavelmente para produzir o material de defesa e reduzir a pena. Finalmente conseguimos atingir o nosso objetivo", afirmou o presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte ao site oficial do clube.

O dirigente, assim como o vice, Jesse Ribeiro, e advogados do clube tiveram audiência semanas atrás na sede da Conmebol, em Assunção, no Paraguai, onde foram recebidos pelo presidente da entidade, Alejandro Dominguez. "Para nós, é de extrema importância ter o torcedor ao nosso lado em todos os jogos", disse Galiotte.

Para compensar a ausência de palmeirenses no Equador, a diretoria organizou para quarta-feira a transmissão da partida em um telão, instalado dentro do Allianz Parque. Caso passe às quartas de final da Libertadores, o Palmeiras poderá contar normalmente com seus torcedores como visitante.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

 Alternativa FM