Ponte Preta marca de pênalti e Cruzeiro, com time quase reserva, emenda 3º jogo sem vencer

Com uma escalação praticamente de reservas, o Cruzeiro perdeu para a Ponte Preta por 1 a 0 na noite desta quinta-feira, no Estádio Moisés Lucarelli, pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro. O gol da Macaca foi marcado em pênalti incerto convertido por Lucca aos 36 minutos do primeiro tempo.

Dos que atuaram, apenas Fábio pode ser considerado titular absoluto. O técnico Mano Menezes poupou Ezequiel, Lucas Romero, Robinho, Thiago Neves, Alisson e Rafael Sobis. Ainda desfalcaram o time Diogo Barbosa e Ariel Cabral, por desgaste, e Léo, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

O time celeste ocupa a 12ª posição, com 11 pontos, enquanto os paulistas estão em 7º, com 14. Agora, o Cruzeiro pensa no Coritiba, adversário no domingo (25), às 16h, no Mineirão. A Ponte Preta recebe o Palmeiras no mesmo dia e horário, novamente em casa.

Pênalti duvidoso

Em um primeiro tempo de pouca criatividade e emoção, a Ponte Preta marcou aos 36 minutos, de pênalti. O árbitro considerou que Lennon fez falta sobre Lucca dentro da área, em um lance discutível. Apesar de ter tocado o adversário, a carga do lateral talvez não tenha sido o suficiente para impedi-lo de continuar a jogada. Na cobrança, o atacante da Macaca mandou no canto direito de Fábio, fazendo o gol da vitória.

O Cruzeiro voltou com Lucas Romero no lugar de Lucca, que, além de ter cometido o pênalti, recebeu o cartão amarelo em um lance posterior. Aos 8 minutos, Élber arriscou de fora da área e Aranha espalmou. Os mandantes conseguiram chegar aos 38, em cabeçada de Marllon para fora.

Posts Em Destaque
Posts Recentes