Entenda o que mudou no regulamento da Libertadores e vantagens de o Galo ser 1º

O Atlético enfrenta o Godoy Cruz nesta terça-feira, às 21h, no Independência, pela última partida da fase de grupos da Copa Libertadores. Os dois clubes já estão classificados e definirão, neste embate, quem fica na ponta da chave. O Galo tem 10 ponto, um a menos em relação ao clube de Mendoza-ARG. A 'grande vantagem' de quem ficar no primeiro posto é jogar a volta das oitavas de final em casa. Os melhores colocados na classificação geral disputam a partida decisiva da eliminatória como mandante até o fim da competição. Até esse ponto tudo continua como era. A mudança está em quem será o rival das oitavas. Agora, um sorteio decide o adversário. Os primeiros ficam em um pote e os 'segundos' em outro. Assim, o melhor primeiro colocado pode, por exemplo, enfrentar o melhor segundo. Antes dessa alteração, a primeira campanha enfrentava o pior classificado geral. 'Escolher' adversário já não será mais possível como ocorreu em outras edições. O fim do direcionamento de confronto entre clubes do mesmo país é outra novidade. A Conmebol adotou esse critério, agora abolido, porque o Brasil fez duas finais consecutivas do torneio, com Atlético-PR x São Paulo em 2005 e São Paulo x Inter em 2006. Agora, o caminho até a final será traçado após o sorteio das oitavas e não poderá ser alterado pela entidade que organiza a competição. Outro ponto a se considerar é o estádio. O Horto, desta vez, pode ir até as quartas de final. Em uma eventual semifinal, o Mineirão será a nova casa do Galo, porque o regulamento exige, nesta fase, estádios com capacidade para 30 mil pagantes. Em 2013, quando conquistou o título, o Galo enfrentou o Newell's no Independência, jogo épico decidido nos pênaltis.

Para entender o regulamento

Sorteio define adversário

Cruzamento das oitavas passa a ser por sorteio. Os primeiros colocados enfrentam os segundos. E, a partir daí, chave pré-definida até a final.

Segundo jogo em casa

Classificação geral da fase de grupos segue sendo critério para quem decide em casa durante todo o mata-mata.

Fim de direcionamento do rival

Deixa de haver cruzamento forçado entre times do mesmo país na semifinal.

Novos inscritos

Dos 30 jogadores inscritos, os clubes podem fazer três mudanças na lista após a fase de grupos. Certo é que o Galo vai inscrever o meia Marlone e o volante Roger Bernardo, novos reforços. Bernardo, hoje no Ingolstadt, fará o último jogo pelo clube alemão neste sábado e, em pouco tempo, deve ser registrado. A primeira partida das oitavas ocorre em 4 ou 6 de julho. Outra mudança, de até três nomes, poderá ser feita antes das semifinais.

Mineirão na semifinal

Se chegar à semifinal, o Atlético terá que trocar de estádio. A LuArenas estava construindo arquibancadas móveis no Independência para aumentar a capacidade da arena. A obra, contudo, foi paralisada, já que não tinha liberação do poder público nem do dono do espaço, o América. A ideia era viabilizar o estádio para semifinal da Libertadores. A capacidade mínima para esta fase é de 30 mil pessoas. O Horto tem pouco mais de 22 mil cadeiras.

Posts Em Destaque
Posts Recentes