Atlético poupa titulares, goleia Sport Boys e encaminha classificação na Libertadores

O Atlético alcançou dois objetivos de uma vez na noite desta quarta-feira, em Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia: descansar alguns titulares e encaminhar a classificação às oitavas de final da Copa Libertadores. Mesmo sem importantes jogadores, o Alvinegro não deu chances para o Sport Boys e goleou no estádio Ramón Tahuiche Aguilera por 5 a 1. Cazares (duas vezes), Rafael Moura, Elias e Otero marcaram para o Galo, enquanto José Castillo, que vestiu a camisa atleticana em 2008, descontou. O Galo pode garantir a classificação às oitavas nesta quinta-feira. Agora com 10 pontos e na liderança do grupo, o Alvinegro precisa que o Libertad não vença o Godoy Cruz. O duelo entre argentinos (que tem 10 pontos) e paraguaios (que tem 4 pontos) começa às 21h. Na última rodada da primeira fase (16/05), Galo e Godoy Cruz decidirão quem terminará a chave com a liderança, que valerá a vantagem de decidir as oitavas de final em casa. O foco do Atlético volta para o Campeonato Mineiro. No domingo, às 16h, o Galo recebe o Cruzeiro, no Independência. O Alvinegro precisa de apenas um empate para levantar a taça. O jogo

O técnico Roger Machado resolveu poupar quatro titulares por causa de desgaste físico. Gabriel, Maicosuel, Robinho e Fred não começaram a partida na Bolívia. Para aliviar mais, a diretoria ainda fretou o voo para Santa Cruz visando diminuir o cansaço. Mas o time não perdeu forças e engoliu o Sport Boys no primeiro tempo. Antes do primeiro minuto ser atingido, Otero acertou a trave. Com marcação avançada e velocidade na saída de bola, o Galo acuava os donos da casa. E o gol saiu rapidamente. Aos 10’, Rafael Moura lançou, o zagueiro falhou no corte, e Cazares ficou livre. Ele entrou pela direita e finalizou no canto, sem chances para Carlos Arias: 1 a 0. O Alvinegro continuou em cima do adversário, e o segundo gol veio rapidamente. Aos 16’, Otero roubou a bola no meio-campo, arrancou em velocidade e tocou para Rafael Moura, livre, invadir a área e finalizar no ângulo: 2 a 0. Mesmo com o placar favorável, o Atlético seguiu em cima, pressionando o adversário. Isso seguiu até cerca dos 35’, quando a equipe diminuiu o ritmo, passou a atacar com menos jogadores e afrouxou a marcação. Assim, o Sport Boys chegou ao gol com a implacável ‘lei do ex’. Messidoro cruzou, Tenorio cabeceou e a bola bateu no braço de Leo Silva. Na cobrança do pênalti, o ex-atleticano Castillo diminuiu: 2 a 1. O Atlético voltou para a segunda etapa determinado a matar o jogo rapidamente. Nos primeiros minutos, Otero voltou a acertar a trave e Cazares parou em grande defesa de Arias. O venezuelano queria mesmo o seu gol e quase marcou em grande jogada individual. O novo tento estava cada vez mais perto. E ele veio no lance seguinte, aos 15’. Adilson lançou do campo de defesa, Elias ajeitou de peito, e Rafael Moura finalizou na trave. No rebote, Elias apenas empurrou para o gol vazio: 3 a 1. Dois minutos depois, finalmente Otero conseguiu o seu gol. Em falta do lado esquerdo do campo, o venezuelano chutou com muita curva. A bola, no entanto, foi em cima do goleiro Arias, que aceitou: 4 a 1. Com a goleada garantida, o técnico Roger Machado resolveu tirar mais alguns titulares de campo: Leonardo Silva, Marcos Rocha e Rafael Carioca saíram mais cedo. O Atlético administrou a vantagem, mas ainda deu tempo de marcar o quinto gol. Yago deu belo passe para Cazares tocar na saída do goleiro e ampliar: 5 a 1. Desta forma, o Galo garantiu facilmente sua primeira vitória fora de casa nesta edição da Libertadores.

Posts Em Destaque
Posts Recentes